SEGUIDORES ESPIRITUALIZADOS

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

PG5 ERVAS DE OXÓSSI PARA BANHO E CURA

OXOSSI - OKE ARO

Ervas Ritualísticas para Banho e Cura


 Data da publicação 17/04/2012 reeditado

Acácia-jurema: 
1ª§ Usada em banhos de limpeza, principalmente dos filhos de Oxóssi. É também utilizada em defumações. A medicina popular a utiliza em banhos ou compressas sobre úlceras, cancros, fleimão e nas erisipela.
Alecrim de Caboclo: Erva de Oxalá, porém mais exigido nas obrigações de Oxóssi. Não possui uso na medicina popular.

Alecrim de Caboclo
2ª§ Erva de Oxalá, porém mais exigido nas obrigações de Oxóssi. Não possui uso na medicina popular.

Alecrim do Campo
3ª§ Seu uso se restringe a banhos de limpeza. É muito usado nas defumações de terreiros de Umbanda. Em seu uso medicinal resolve o reumatismo, aplicado em banhos.







Alfavaca-do-campo: 
4ª§ Emprega-se nas obrigações de cabeça, nos banhos de descarrego e nos abô dos filhos do orixá a que pertence. A medicina caseira aplica esta planta para combater as doenças do aparelho respiratório, combate principalmente as tosses e o catarro dos brônquios; preparado como xarope é eficaz contra a coqueluche. Usada em chá ou cozimento das folhas.

Alfazema-de-caboclo: 
5ª§ Conhecida popularmente como jureminha, a Alfazema é usada em todas as obrigações de cabeça, nos banhos de limpeza ou abô e nas defumações pessoais ou de ambientes. A medicina caseira usa os pendões florais, contra as tosses e bronquites, aplicando o chá.

Araçá – Araçá-de-coroa: 
6ª§ Suas folhas são aplicadas em quaisquer obrigações de cabeça, nos abô e banhos de purificação. A medicina popular considera essa espécie como um energético adstringente. Cura desarranjos intestinais e põe fim às cólicas.

Araçá-da-praia: 
7ª§ Planta arbórea pertencente a Yemanjá e a Oxóssi. É empregada nas obrigações de cabeça, nos abô e nos banhos de purificação dos filhos dos orixás a que pertence. No uso popular cura hemorragias, usando-se o cozimento. Do mesmo modo também é utilizado para fazer lavagens genitais

Araçá-do-campo: 
8ª§ É utilizada em banhos de limpeza ou descarrego e em defumações de locais de trabalho. A medicina popular emprega o chá contra a diarreia ou disenteria e como corretivo das vias urinárias

Caapeba-pariparoba: 
9ª§ Muito usada nas obrigações de cabeça e nos abô para as obrigações dos filhos recolhidos. Folha de muito prestígio nos Candomblés Ketu, pois serve para tirar mão de zumbi. A medicina popular utiliza seu chá para debelar males do fígado, e o cozimento das raízes para extinguir as doenças do útero. Surte efeito diurético.

Cabelo-de-milho: 
10ª§ Somente o pé do milho pertence a Oxóssi; as espigas de milho em casa propicia despensa farta. Quando secar troque-a por outra verdinha. O cabelo-de-milho é muito usado pela medicina do povo como diurético e dissolvente dos cálculos renais. É usado em chá.

Capim-limão : 
11ª§ Erva sagrada de uso constante nas defumações periódicas que se fazem nos terreiros. Propicia a aproximação de espíritos protectores. A medicina caseira a aplica em vários casos: para resfriados, tosses, bronquites, também nas perturbações da digestão, facilitando o trabalho do estômago


Cipó-caboclo:
12ª§ Muito utilizada em banhos de descarrego. O povo lhe dá grande prestígio ao linfantismo, por meio de banhos. Usada do mesmo modo combate inflamações das pernas e dos testículos.


Cipó-camarão: 
13ª§ Usada apenas em banhos de limpeza e defumações. O povo indica que, em cozimento é de grande eficácia no trato das feridas e contusões.

Cipó-cravo: 
14ª§ Não possui uso ritualístico. Na medicina caseira actua como debelador das dispepsias e dificuldade de digestão. Usa-se o chá ao deitar. É pacificador dos nervos e propicia um sono tranquilo. A dose a ser usada é uma xícara das de café ao deitar.

Coco-de-iri: 
15ª§ Sua aplicação se restringe aos banhos de descarrego, empregando-se as folhas. A medicina caseira indica as suas raízes cozidas para por fim aos males do aparelho genital feminino. É usado em banhos semicúpios e lavagens.

Erva-curraleira: 
16ª§ Aplicada em todas as obrigações de cabeça e nos abô dos filhos do orixá da caça. Na medicina popular é aplicada como diurético e sudorífico, sendo muito prestigiada no tratamento da sífilis. Usa-se o cozimento das folhas.

Goiaba – Goiabeira: 
17ª§ É utilizada em quaisquer obrigações de cabeça, nos abô e nos banhos de purificação dos filhos de Oxóssi. A medicina caseira usa a goiabeira como adstringente. Cura cólicas e disenterias. Excelente nas diarreias infantis.

Groselha – Groselha-branca: 
18ª§ Suas folhas e frutos são utilizados nos banhos de limpeza e purificação. A medicina popular diz que se fabrica com o fruto um saboroso xarope que se aplica nas tosses rebeldes que ameaçam os brônquios

Guaco cheiroso: 
19ª§ Aplica-se nas obrigações de cabeça e em banhos de limpeza. Popularmente, esta erva é conhecida como coração-de-Jesus. Medicinalmente, combate as tosses rebeldes e alivia bronquites agudas, usando-se o xarope. Como antiofídico (contra o veneno de cobra), usam-se as folhas socadas no local e, internamente, o chá forte.

Guaxima-cor-de rosa
20ª§ Usada em quaisquer obrigações de cabeça e nos abô dos filhos do orixá da caça. É de costume usar galhos de guaxima em sacudimentos pessoais e domiciliares. Muito útil o banho das pontas. A medicina popular usa as flores contra a tosse; as folhas são emolientes; as pontas, sementes e frutos são antifebris.

Guiné-caboclo: 
21ª§ Utilizado em todas as obrigações de cabeça, nos abô, para quaisquer filhos, nos banhos de descarrego ou limpeza, etc. Indispensável na Umbanda e no Candomblé. O povo usa para debelar os males dos intestinos, beneficia o estômago na má digestão. Usa-se o chá.

Incenso-de-caboclo – Capim-limão: 
22ª§ Usada nas defumações de ambientes e nos banhos de descarrego. O povo a utiliza para exterminar resfriados, minorar as bronquites e, também, nas perturbações da digestão.

Jaborandi: 
23ª§ De grande aplicação nas várias obrigações. A medicina popular adoptou esta planta como essencial na lavagem dos cabelos, tornando-os sedosos e brilhantes. Tem grande eficácia nas pleurisias, nas bronquites e febres que tragam erupções. Usa-se o chá internamente.








Jacatirão: 
24ª§ De grande aplicação nas várias obrigações. A medicina popular adoptou esta planta como essencial na lavagem dos cabelos, tornando-os sedosos e brilhantes. Tem grande eficácia nas pleurisias, nas bronquites e febres que tragam erupções. Usa-se o chá internamente.


Jurema branca: 
25ª§ Aplicada em todas as obrigações de ori, em banhos de limpeza ou descarrego e entra nos abô. É de grande importância nas defumações ambientais. A medicina caseira indica as cascas em banhos e lavagens como adstringente. Em chá tem efeito narcótico, corrigindo a insónia.

Malva-do-campo – Malvarisco: 
26ª§ Seu uso se restringe aos banhos descarrego e limpeza. O povo a indica como desinflamadora nas afecções da boca e garganta. É emoliente, propiciando vir a furo os tumores da gengiva. Usa-se em bochechos e gargarejos.
Piperegum-verde – Iperegum-verde: 
27ª§ Erva de extraordinários efeitos nas várias obrigações do ritual. A medicina aponta-a como debeladora de reumatismo, usando-se banhos e compressas.

Piperegum-verde-e-amarelo: 
28ª§ Tem o mesmo uso ritualístico prescrito para o piperegum  de Oxóssi. Na medicina popular é o mesmo que piperegum-verde



Pitangatuba: 
29ª§ Usado em quaisquer obrigações de ori, ebori, lavagem de contas e dar de comer à cabeça. A farmácia do povo indica em chá, nos casos de febres e também para desobstruir os brônquios.



OBS:



Não use ervas sem orientação e no caso de fins medicinais, não o faça sem indicação médica. Não indico receitas por e-mail. Este site é apenas informativo. Não há responsabilidade médica nas indicações deste site. Baseado em bibliografia, revistas, Internet e relatos populares. Para se medicar com plantas você precisa realmente conheçer. Peça ajuda aos especialistas da área (ou caso você seja estudioso destas matérias, até adquirir uma confiança e capacitação própria).


COMBATENDO AS ENFERMIDADES DO CORPO E DA ALMA

Nessa matéria irei passar um ensinamento bastante eficaz para o corpo, alma e espirito como segue:

Primeiro quero explicar aqui que, um sacerdote nas realizações dos procedimentos para cura, é diferente da pratica de uma pessoa leiga, ou seja! Um sacerdote alem de sua larga experiência, na maioria das vezes jamais realiza sozinho os procedimentos na cura,ou no equilíbrio de uma pessoa ou de afastar energias indesejadas do campo áurico, ele estará sempre com seus mentores, Orixás e Guias para realização de qualquer procedimentos. O que não acontece a uma pessoa com problemas, e leiga em assuntos espirituais.

Sendo a sim, passarei um procedimento que possa ser eficaz:

1º - Fazer essa oração inicial; Senhor meu Pai Criador de todas as Criaturas vivente do Universo, que através de Jesus Nosso Pai Oxalá de nossa Amada Mãe Terra, venho pedir que me permita buscar ajuda para meus tormentos e enfermidades, Invoco meu Irmão Corpo de Luz, seus Mentores e Orixás, que através de Pai  João de Angola e  Caboclo 7 Flecha, que me auxilie nos procedimentos a serem realizados agora,

2º - Pegar 7 folhas de guiné, 7 galhos de arruda, 1 espada de São Jorge e quebra-la com as mãos em 7 pedaços. Em uma bacia de preferência branca, colocar as ervas, e em seguida colocar água mineral na por poção de um litro, ou de mina ou de poço, com
as mãos vai macerando as ervar, esfregando uma nas outras até ficar bem fininhas, e em pesamentos peça o que você necessita. Ao acabar de macera, coe as ervas e a mesma terá que ser colocadas em um jardim, na composição desse preparo colocar em pulhado pequeno de sal grosso, e se banhar do pescoço para baixo, sendo jogar um pouco do preparo do lado direito em seguida, o esquerdo, costas e por ultimo a frente no pescoço.

Para esse procedimento acima já deixar preparado outro banho, feito com um punhado de cravo da Índia, erva doce e açucar cristal; Mode de preparar pegar um litro de água mineral, pegar uma quantidade boa de cravo quebra-los, pegar uma panela que caiba um litro de água e colocar para ferver. quando estiver fervendo colocar os cravos e deixar ferver por 15m. após quebrar com as mãos em pedacinhos a erva doce e  uma colher de cha de acucar, colocar junto e abafar. Esse segundo banho, tomar jogando na cabeça um pouco, no lado direito outro, no lado esquerdo outro, costa e por ultimo a frente.

3º - Após o banho, pegar uma vela de 7 dias branca, um pires ou prato branco e colocar a vela, junto um copo com água, acender a vela e fazer uma oração de sua preferência, pedindo ao seu anjo de guarda o auxílio, após ler um trecho do Evangelho de Jesus, caso queira pode pedir a outros santos de sua preferência, e se deitar com roupas claras.(não sair de casa após tomar o banho, sobre hipótese   alguma - só no outro dia) Repetir esses procedimentos durante a noite na 2º feira, 4º feira e 6º feira sempre acompanhados de orações e pedidos, caso sinta que está melhorando, mais não totalmente, repita por mais 7 dias.

Obs; Os chás, ferva a água, e com as ervas já em um recipiente, jogar a água de fervura e abafar pegar uma vela de 7 dias da cor correspondente ao Orixá, acender a vela e deixar o recipiente com o chá do lado, fazer suas preces os procedimentos do item 1º) e após ter deixado por meia hora tomar 1x a noite antes de deitar e após, 3x ao dia para a cura. 

Não esquecer nunca que durante esses procedimentos, a pessoa terá que deixar da; Carne vermelha, Álcool, e sexo,(durante 7 dias...ou) e por último procure dormir cedo, só depois prosseguir normalmente na vida mundana - esse procedimento serve para qualquer pessoa de uma família - cura depressão, dor no corpo, enxaqueca, estres, insônia, etc., Caso não venha resolver, então somente a intervenção de um sacerdote, para curar ou se livrar de qualquer problema.




      



Temos outras variedades....Consulte-nos,  CL.1195489.51.16